Novidades

Gravidez em portadores de HIV e casais homoafetivos

Os avanços da medicina na reprodução assistida têm possibilitado a geração de bebês saudáveis em casos de homens portadores de HIV. O tratamento indicado para esses pacientes é a lavagem seminal, técnica que utiliza centrifugação e ultra-filtragem para isolar do líquido seminal os espermatozoides livres de contaminação. Dessa forma, o sêmen sadio pode ser utilizado em procedimentos como inseminação artificial (IA) e fertilização in vitro (FIV).

Cada caso é analisado para definir a melhor forma de atingir o resultado esperado. Para isso, serão consideradas as seguintes situações: homem infectado e mulher não, mulher infectada e homem não, homem e mulher infectados.

Parceiros do mesmo sexo

As mais recentes normas aprovadas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) devem beneficiar um número maior de mulheres e homens homossexuais que desejam ter filhos biológicos.

Porém, alguns procedimentos continuam sendo proibidos pelas normas éticas. No caso de casais femininos, não se pode utilizar o sêmen de um familiar (irmão) para fertilizar os óvulos de uma das parceiras, pois os doadores não podem conhecer os receptores e vice-versa.