Novidades

Infertilidade: causas e tratamentos

O estilo de vida contemporâneo, em que o trabalho, a independência e o sucesso ganharam espaço na lista de prioridades de muitas pessoas, tem levado cada vez mais casais a adiar a formação de uma família com filhos. Em muitos desses casos, obter a concepção de forma natural torna-se um desafio em um cenário no qual podem se deparar com a infertilidade.

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, as causas de infertilidade têm a mesma distribuição nos casais, sendo o fator masculino responsável por aproximadamente 30% dos casos, outros 30% de origem feminina e, ainda, a mesma porcentagem de causa mista. Em apenas 10% das situações ocorre a chamada infertilidade sem causa aparente (ISCA).

No Brasil, estima-se que mais de 278 mil casais em idade fértil tenham dificuldade para conceber um bebê. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e sociedades científicas, entre 8% e 15% dos casais são inférteis. Por definição científica, infertilidade é a incapacidade de um casal, com vida sexual ativa e sem uso de métodos contraceptivos, obter uma gravidez espontânea no período de um ano.

Para apoiar esses casais e oferecer as tecnologias mais modernas da atualidade em Reprodução Assistida (RA), existe em Bauru o Fertility – Centro de Fertilização Assistida. Com uma equipe médica especializada que inclui as áreas de ginecologia, urologia, biologia e psicologia, a clínica se tornou uma ponte tecnicamente segura e eficiente para que essas famílias conquistem mais uma etapa na vida.

De acordo com o urologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia e diretor do Fertility Bauru, Aguinaldo Nardi, o diagnóstico de infertilidade não significa a impossibilidade de ter filhos em todos os casos.

“Significa um desafio que pode ser vencido mais facilmente com a ajuda de tratamentos médicos adequados. Na clínica, os casais têm acesso a todas as técnicas utilizadas atualmente, como a Inseminação Intrauterina (IIU) – popularmente conhecida como inseminação artificial -, a Fertilização In Vitro (FIV) e a Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI)”, observa.