Novidades

Varicocele é a principal causa de infertilidade masculina

Você já ouviu falar em varicocele? Este é o termo utilizado para descrever a dilatação das veias testiculares, que são os vasos responsáveis pela drenagem do sangue venoso junto ao testículo. Cerca de 25% da população masculina tem varicocele, que consiste na principal causa de infertilidade – chegando a afetar 40% dos homens inférteis.

Segundo o urologista Aguinaldo Nardi, diretor técnico do Fertility – Centro de Fertilização Assistida de Bauru, os homens com infertilidade secundária (incapacidade de ter filhos com a mesma parceira após terem gerado filhos no passado) apresentam varicocele em até 80% dos casos.

O início de seu desenvolvimento ocorre na adolescência. Sua origem está relacionada a diversos fatores, como incompetência das válvulas nas veias espermáticas internas, alteração da drenagem venosa e, até mesmo, histórico familiar.

Geralmente não gera sintomas, mas pode provocar desconforto local, aumento do volume escrotal e, mais raramente, dor nos testículos. “Na maioria das vezes apresenta-se como uma doença silenciosa. Grande parte dos homens faz o diagnóstico somente na idade adulta, quando procura ajuda especializada para investigar as causas da infertilidade do casal”, observa Nardi. O diagnóstico é feito por um profissional experiente com um detalhado exame físico. Um ultrassom da bolsa testicular pode ser feito para auxiliar em casos duvidosos.

No exame físico, a varicocele é classificada de 3 formas: grau I (leve), grau II (moderado) e grau III (importante). Os graus II e III podem, comprovadamente, levar à infertilidade e requer tratamento com intervenção cirúrgica. Testes complementares ao espermograma também podem identificar danos à estrutura dos espermatozoides, causados pela doença.

“Nem todo homem que possui varicocele se tornará infértil ou terá alteração no espermograma, mas deverá fazer um acompanhamento médico anual”, ressalta o urologista.